Grupo Lwart Lwart Lubrificantes

Histórico

Você está em:   Home Lwarcel Celulose Institucional Histórico

Histórico

No início dos anos 80, o Grupo Lwart identificou a disponibilidade de florestas industriais de rápido crescimento em sua região como uma oportunidade para diversificar suas atividades, mantendo o enfoque em processos contínuos. Esses fatores, somados aos objetivos do grupo de criar empresas que possam prosperar na região, bem como gerar empregos e agregar valores à comunidade, levaram à construção da Lwarcel em 1986.




Histórico

Em 1984, a Lwarcel foi registrada oficialmente na Junta Comercial e as primeiras obras começaram. Em 1986, a produção foi iniciada. Até 1988, a Lwarcel fabricava a celulose de pinus não-branqueada. A partir de 1989, iniciou-se a produção de celulose a partir do eucalipto. O plantio de eucalipto em substituição às áreas de pinus e aquisição de novas áreas para plantio aumentou até que, em 1996, a transição foi completada e a Lwarcel produziu celulose de pinus pela última vez.

Principais marcos na história da Lwarcel: 

1986 - A fábrica começa a operar com capacidade anual de 35 mil toneladas de celulose de pinus (fibra longa) não-branqueada.

1988 - Entra em operação a unidade de branqueamento. Início da produção de fibra longa branqueada.

1989 - Início da produção de celulose a partir do eucalipto.

1991 - Desenvolvimento e início da produção de celulose de sisal.

1991 até 1996 - Produção de celuloses de pinus, eucalipto e sisal na mesma linha de produção em regime de campanhas.

1991 até 1996 - Plantio de eucalipto em substituição às áreas de pinus e aquisição de novas áreas para plantio de eucalipto.

1996 - Início de produção na linha B dedicada à produção de celulose de sisal e outras celuloses especiais.

1996 - A Lwarcel produz celulose de pinus (fibra longa) pela última vez, concluindo o período de transição entre celulose de pinus e eucalipto.  A linha A (principal) passa a produzir somente celulose de eucalipto.

1998 - A Lwarcel amplia seu plano de plantio de eucalipto com vistas a atender a futura ampliação da fábrica – passa a plantar uma área equivalente ao dobro da área colhida anualmente.

1998 - Início da exportação de celulose de eucalipto branqueada.

2000 - Desenvolvimento e início de produção da celulose de abacá na linha B. Início do Projeto P500 – projeto de ampliação e modernização da fábrica, com a meta de atingir a capacidade de 180.000 ton/ano. O projeto foi concebido para ser implantado em duas fases.

2002 - Conclusão da primeira fase do P500, com o início de operação das novas áreas de recuperação química e utilidades e secagem e embalagem de celulose.

2003 - Início da segunda fase do P500, já com a meta revisada para alcançar a capacidade de 210.000 ton/ano.

2004 - Início de operação do novo sistema de preparo de madeira e do digestor contínuo.

2006 - Inicio de operação da nova linha de produção de celulose de eucalipto branqueada (linha C) em substituição à linha A. Conclusão do Projeto P500.  Ao longo de 6 anos a Lwarcel substituiu praticamente toda a fábrica, em várias etapas, sem nunca deixar de produzir e atender seus clientes. O investimento total do P500 foi na ordem de 130 milhões de dólares. Encerramento da produção das celuloses especiais de Sisal e Abacá. Certificação FSC® para 17.000 hectares de suas florestas plantadas e também para sua cadeia de custódia. 

2008 - Nova etapa de investimentos - P700 -  para otimizar a performance dos processos com investimentos de R$ 55 milhões. Conquista da Certificação do Sistema de Gestão Ambiental pela norma ISO14001.

2009 - Aumento da capacidade de produção para 240 mil toneladas/ano. 

2010 - A central termo elétrica da Lwarcel tornou a empresa autossuficiente em energia elétrica. A empresa ainda fornece energia e vapor usando combustível renovável (biomassa e licor negro) para as outras duas empresas do Grupo Lwart sediadas em Lençóis Paulista. 

2011 - Aumento da capacidade de produção para 250 mil toneladas/ano de celulose de mercado além da recomendação do Sistema de Gestão Ambiental na ISO 14001 e para a certificação de seu Sistema de Gestão da Qualidade na ISO 9001. 

2012 - Lwarcel prevê investimento na produção de celulose e realiza audiência pública para licenciamento ambiental para ampliação industrial e florestal. A empresa recebe licença-prévia da CETESB e está na fase de estudos de viabilidade do projeto. A Lwarcel investiu em uma nova tecnologia e foi pioneira no setor a operar o primeiro secador vertical de celulose do mundo.


Zoom